DICA EMPREENDEDORA

PERSONA E PÚBLICO-ALVO:CONHEÇA A DIFERENÇA

Você sabe quem compra o seu produto? Conhece seus clientes?

Persona e público-alvo, entenda a diferença entre eles e acerte em cheio nas suas vendas!

Seja seu negócio físico ou digital, um fator fundamental para o sucesso ou fracasso do seu empreendimento é entender quem é o consumidor do seu produto.

Nenhum negócio sobrevive sem o binômio compra-venda. Por isso, antes de lançar o seu produto, faça um bom mapeamento do território. Começando por aspectos mais gerais, vá aos poucos ajustando o foco de sua lente e buscando ser cada vez mais específico ao tentar entender o perfil consumidor do seu cliente.

Nesse post, faremos o movimento que parte do público-alvo em direção à persona, com o objetivo de investigar o perfil de consumidor que o seu negócio pretende impactar.

Para começo de conversa, é fundamental entender a enorme distinção entre um termo e outro.

 

Mas o que é PÚBLICO-ALVO?

 

Público-alvo é um perfil demográfico bastante abrangente de pessoas que poderiam se interessar por determinado produto ou serviço oferecido por você.

É o nível mais superficial quando estamos buscando segmentar nossa estratégia de marketing.

Por outro lado, sem um público-alvo claramente definido, as campanhas e estratégias de marketing acabam não atingindo o objetivo esperado.

 

Tenha claro que VOCÊ NÃO VENDE o seu produto para mulheres e homens de qualquer idade, com qualquer escolaridade e pertencentes a qualquer classe social.

 

Isso seria muito vago e, certamente, o seu produto não seria capaz de atender tanta gente assim, não é mesmo?

Quando falamos em público-alvo, falamos em segmentação, em restrição do mercado-alvo ou público-alvo. Segmentar até defrontar-se com um perfil de cliente ideal que consuma o seu produto ou serviço.

Dentro do enorme conjunto de pessoas encontradas, existirão aquelas mais dispostas a ouvir a sua mensagem e propensas a se interessar por aquilo que você vende.

Então, suponhamos, você vende cremes para definição de cachos. Muitas pessoas podem comprar seu produto, mas mulheres de cabelos crespos em transição capilar poderiam ser o seu público-alvo, compreende?

Assim, ao ler público-alvo, tenha em mente um considerável grupo de pessoas capaz de se interessar pelo seu produto ou serviço, por ser útil de alguma forma seu produto ou serviço como ferramenta que solucionará problemas e dificuldades enfrentados e cuja solvência elas procuram.

>>BAIXE AGORA MESMO O GUIA COM AS 10 PERGUNTAS PARA MAPEAR O SEU PÚBLICO-ALVO

Mas atenção! Existe um uma boa distância entre “demonstrar interesse”e “comprar”.

Interesse não vende produto mas atrai o cliente ideal para perto daquilo que seu negócio oferta. Fique tranquila, você está no caminho certo!

 

Gere mais leads

Uma pessoa interessada é um lead gerado pela sua campanha. Seja o lead parte ou não do seu público-alvo ou do perfil da sua persona, ele é um cliente em potencial. Sucesso!

Um lead qualificado é uma pessoa propensa a comprar o seu produto. Mas um lead não qualificado pode te ajudar a entender um pouco mais sobre o seu negócio.

Definir o público-alvo desde o início é extremamente importante para seu negócio pois é ele quem te permite identificar o nicho com o qual você está se relacionando.

Afinal, como seria possível comercializar algo sem antes ter ideia de alguém capaz de comprar o produto?

 

O que é uma persona e como ela me ajuda meu negócio?

 

A persona é uma representação, ou seja, a forma com uma pessoa se apresenta, uma versão, uma personagem.

Em marketing, a persona é a representação de um consumidor ideal que o seu negócio pretende impactar com uma estratégia de marketing.

Este perfil semificcional representa o freguês que queremos carregar para dentro da nossa carteira de clientes.

Criamos as personas em nossos negócios para compreender com mais profundidade o nicho ao qual ela pertence, do que necessitam, quais são seus desejos, anseios, dores, com o que ela se relaciona, enfim.

 

Marina, 37 anos, solteira e executiva em uma multinacional. Sempre alisou os cabelos mas quer assumir os cachos. Está determinada em cortar os cabelos e precisa de novos produtos para definir seus cachos. Ouve amigas e influenciadores que segue no YouTube e Instagram e está disposta a experimentar novos produtos para o seu cabelo. Sabe que o visual é um fator importante no mundo corporativo e se dispõe a investir numa linha capilar completa.

 

A Marina é a persona que ilustra tudo o que dissemos até aqui.

É com ela que desejamos interagir e é a partir daquelas informações que a estratégia de marketing será desenvolvida. A produção de conteúdo para posts do blog, redes sociais, os canais a serem utilizados para alcançá-la e os horários para impactá-la na internet.

Tudo isso é parte de uma estratégia de marketing de conteúdo, montado para criar um funil de conteúdo interessado em atrair Marina para perto da marca hipotética de cremes para definição de cachos.

Nesse funil, serão apresentados conteúdos sobre:

  • estética no mundo corporativo;
  • tendências de estilo para mulheres executivas;
  • estilos de cabelo para ambientes de trabalho;
  • dicas de postura e aparência;
  • melhor uso dos produtos de definição de cachos.

Enfim, apenas para ilustrar os tipos de conteúdo que serão entregues para a persona Marina, com o objetivo de impactá-la positivamente e converter sua experiência com a marca na compra e fidelização do cliente.

A estratégia busca impactá-la nas redes sociais e nos anúncios. A mensagem certa no momento certo.

 

Como elaborar uma persona para o meu negócio?

 

Aproxime-se de seus clientes

Por mais óbvio que possa parecer, a primeira coisa é descobrir mais sobre seus próprios clientes. Uma boa forma de fazer isso é a análise de um questionário respondido por seu público-alvo.

Pesquise o seu mercado, o que a concorrência tem oferecido, o que as pessoas têm achado dos produtos oferecidos por você e/ou similares, quais são as falhas e acertos, o que seu negócio pode aprender com a experiência do concorrente. Escape para fora das mesmas armadilhas. Estabeleça seus pontos fortes e fracos e trabalhe para melhorar sempre.

 

Troque informações por cadastros

Disponibilize aos seus clientes um período de experimentação gratuita para seu app, ofereça descontos ou outras facilidades para adquirir seu produto, troque conteúdo relevante como e-book e materiais para download pelo cadastro do seu cliente no seu site.

 

Colete a informação certa

Personalize sua forma de abordar tópicos em um questionário para os seus clientes:

  • idade;
  • gênero;
  • cargo;
  • compras;
  • hobbie;
  • estado civil;
  • renda;
  • hábitos de leitura;
  • produtos consumidos;
  • sites que costuma acessar e muito mais.

Procure extrair o máximo de informação possível.

 

Onde encontrar a pessoa certa para comprar o meu produto?

 

  • Relacionamento nas Redes Sociais

Use as redes sociais para se engajar nos grupos com perfil semelhante ao da sua persona. Leia os comentários e se relacione com as pessoas, procurando entender suas reais necessidades.

A ferramenta é gratuita, muito poderosa e permitirá mais diálogo entre os compradores e seu negócio. Além disso, possibilitará ajustar seu produto às necessidades dos consumidores.

 

  • Estratégias de marketing

Crie sua estratégia pautada nas diferentes etapas da jornada de compra e ofereça conteúdos que ajudem sua persona conhecer melhor a marca — por meio da criação de conteúdo relevante , direcionando sua decisão de compra.

 

  • Inovar e desenvolver

O mercado consumidor está em constante mudança e com ele mudam também os desejos, hábitos, estilos e atitudes de seus clientes.

Esteja sempre atento às novas tendências do mercado e preparado para sutis, médias e grandes transformações. Permitir que seu empreendimento tenha uma rápida reação pode manter o vigor e a saúde do seu negócio digital.

 

  • Colete e analise seus dados

Assim como é importante inovar e se manter atento às tendências, sua persona também estará em constante transformação.

Colete e analise constantemente as fontes de informação sobre seu cliente e analise as métricas do seu negócio. Os números não costumam mentir!

Otimize suas campanhas de marketing e avalie os impactos de suas ações procurando atender e entender, com cada vez mais clareza, as necessidades da sua buyer persona.

Seu negócio só tende a crescer com a buyer persona correta na mira do seu alvo!

Deixe uma resposta